🇧🇷 LENÇÓIS MARANHENSES – TUDO PARA A SUA VIAGEM

Cadastre aqui o seu e-mail
para receber nossas novidades e promoções

Cadastre aqui o seu e-mail
para receber nossas novidades e promoções

Com suas dunas de areia branca e lagoas cristalinas, a região dos Lençóis Maranhenses é um destino paradisíaco que atrai turistas não só do Brasil, mas do mundo inteiro.

  • O que fazer nos Lençóis Maranhenses: atrações e opções de passeios
  • Onde comer nos Lençóis Maranhenses: os melhores bares e restaurantes da cidade
  • Quando ir aos Lençóis Maranhenses: as melhores épocas para visitar
  • Onde ficar nos Lençóis Maranhenses: opções de hospedagem para sua viagem
  • Como chegar aos Lençóis Maranhenses: informações e deslocamentos
  • Para marcar na agenda: atrações secretas nos Lençóis Maranhenses.

Com uma paisagem única e deslumbrante, o Parque Nacional do Lençóis Maranhenses é considerado um dos lugares mais belos do mundo, atraindo turistas de todas as partes do planeta. Localizado no estado do Maranhão, no nordeste do Brasil, é uma área de cerca de 155 mil hectares de dunas de areia branca, intercaladas por lagoas cristalinas formadas pelas águas das chuvas.

Os Lençóis Maranhenses são um dos destinos mais incríveis do Brasil, com paisagens de tirar o fôlego e atividades diversas para todos os gostos. Por isso, se você está planejando uma viagem para esse paraíso, confira aqui algumas dicas úteis para aproveitar ao máximo este destino.

O que fazer nos Lençóis Maranhenses

Entre as principais atrações dos Lençóis Maranhenses estão as lagoas de água doce, que se formam durante a época de chuvas entre os meses de janeiro e junho. Os passeios mais procurados incluem o Circuito da Lagoa Azul, o Circuito da Lagoa Bonita e o Circuito da Lagoa Tropical, onde é possível nadar em águas cristalinas rodeadas de dunas brancas e desfrutar de uma vista panorâmica deslumbrante. Os visitantes também podem praticar sandboard nas dunas, contemplar o pôr do sol em pontos estratégicos e fazer trilhas pelo Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

Além das lagoas, as praias da região também são uma atração à parte. A Praia do Caburé e a Praia de Atins são ideais para relaxar em uma praia de areia branca e águas cristalinas, outra opção é o passeio pelo Rio Preguiças, que passa por vilarejos e áreas de mangue.

A melhor maneira de explorar a região é em veículos 4×4 dirigidos por um guia experiente, e para isso procurar uma agência de passeios é indispensável. Mas existem algumas outras opções como os passeios de quadriciclo e até o trekking, uma travessia feita a pé que pode levar de 3 a 5 dias por dentro do Parque Nacional do Lençóis Maranhenses.

Onde comer nos Lençóis Maranhenses

O Parque Nacional do Lençóis Maranhenses em si não possui acomodações nem restaurantes, por isso existem 3 cidades que são as principais portas de entrada ao parque e que acolhem os visitantes, são elas Barreirinhas, Atins e Santo Amaro.

Estes locais oferecem uma variedade de restaurantes e bares com pratos típicos da região, como o famoso arroz de cuxá, peixes frescos e frutos do mar. Conheça alguns deles:

  • A Canoa: um dos restaurantes mais conhecidos de Barreirinhas, com vista para o rio e servindo pizzas e pratos regionais, vale experimentar a receita famosa de camarão no abacaxi.
  • Babaê: ele também fica na cidade de Barreirinhas e oferece almoço e jantar com uma vista deslumbrante nas margens do Rio Preguiça.
  • Mangue Restaurante Atins: ele fica em Atins e tem foco em comida regional com pratos saborosos de peixes e frutos do mar.
  • Dunas Bistrô: localizado em Santo Amaro e também com foco em frutos do mar, o Dunas possui uma decoração rústica e ambiente sofisticado.
  • Casa de Juja: com ótimo atendimento, drinks de qualidade, pratos com frutos do mar misturando a gastronomia local e internacional, o Casa de Juja vale a visita e fica em Atins.

Quando ir aos Lençóis Maranhenses

 A melhor época para visitar os Lençóis Maranhenses é entre os meses de maio e agosto. Isso porque no primeiro semestre do ano a região costuma ter seu período de chuvas, que faz com que as lagoas encham, seguido pelo período de seca que geralmente se inicia em maio e por isso a melhor época para visitar, em que as lagoas vão secando lentamente, até desaparecerem por meados de setembro.

Durante os meses de outubro a dezembro, quase todas as lagoas desaparecem e a paisagem se transforma em um grande deserto. Porém, mesmo nesta época, as paisagens dos Lençóis Maranhenses continuam impressionantes.

É importante ter em mente que estas datas podem variar de acordo com alguns fatores meteorológicos, por isso é sempre bom dar uma conferida antes de marcar a sua viagem.

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses

 Barreirinhas oferece diversas opções de hospedagem para todos os orçamentos, desde pousadas simples até resorts de luxo. Algumas das opções mais populares incluem a Pousada Encantes do Nordeste, a Pousada do Riacho e o Gran Lençóis Flat Residence.

Quem está planejando visitar os Lençóis Maranhenses pode contar com diversas opções de hospedagem nas cidades que dão acesso ao Parque Nacional. As três principais cidades são Barreirinhas, Atins e Santo Amaro, todas com uma boa infraestrutura turística.

Barreirinhas é a cidade mais desenvolvida e turística da região. Por lá, é possível encontrar uma grande variedade de hotéis e pousadas, além de opções mais econômicas como hostels e campings. Dentre elas, a Pousada Vila Camurim, a Encantes do Nordeste e a Pousada do Rio são algumas das mais bem avaliadas.

Já em Atins, a hospedagem é mais rústica e a cidade é ideal para quem busca tranquilidade e contato com a natureza. As pousadas e casas de temporada são charmosas e aconchegantes, e a cidade conta com diversas opções de restaurantes que servem pratos típicos da região. Entre as opções de hospedagem se destaca o Vila Guará com seus bangalôs, a Pousada Eureka a 300 metros da praia e a Casa Aquamarina.

Santo Amaro é a cidade mais distante e menos desenvolvida das três, mas conta com algumas opções de hospedagem que oferecem uma experiência mais autêntica e próxima dos moradores locais. As pousadas são simples e a cidade é ideal para quem busca maior contato com a cultura local. Por lá é possível se hospedar em ecopousadas como a Ciamat Camp e a Vila Capininga Ecopousada.

Independentemente da cidade escolhida, é importante reservar a hospedagem com antecedência, especialmente durante os meses de alta temporada. Assim, é possível garantir uma estadia tranquila e aproveitar ao máximo as belezas dos Lençóis Maranhenses.


Gostou dessa dica? Que tal conhecer também a “Terra do Sol”, Fortaleza.