🇻🇦 VATICANO – TUDO PARA SUA VIAGEM

Cadastre aqui o seu e-mail
para receber nossas novidades e promoções

Cadastre aqui o seu e-mail
para receber nossas novidades e promoções

Com inúmeros pontos turísticos famosos, o Vaticano oferece uma verdadeira imersão histórica e cultural! Convido você a ler esse texto, que vai te contar tudo sobre essa experiência!

  • O que fazer no Vaticano: atrações e opções de passeios 
  • Onde comer no Vaticano: os melhores bares e restaurantes do país
  • Quando ir ao Vaticano: as melhores épocas para visitar
  • Onde ficar no Vaticano: opções de hospedagem para sua viagem
  • Como chegar ao Vaticano: informações e deslocamentos
  • Para marcar na agenda: atrações secretas no Vaticano

O Vaticano, oficialmente conhecido como Estado da Cidade do Vaticano, é o menor estado independente do mundo, situado dentro da cidade de Roma, na Itália. É a sede da Igreja Católica Romana e a residência oficial do Papa, o líder máximo da Igreja.

Com uma história que remonta a mais de dois milênios, o Vaticano é um importante centro religioso e cultural, abrigando tesouros artísticos e arquitetônicos, como a Basílica de São Pedro e os Museus do Vaticano, que atraem milhões de visitantes todos os anos. Além de suas funções religiosas, o Vaticano exerce um papel significativo como um ator diplomático na cena internacional.

O que fazer no Vaticano

O Vaticano é um destino turístico único e repleto de atrações icônicas. Um dos principais pontos turísticos é a Basílica de São Pedro, uma impressionante obra-prima arquitetônica do Renascimento, projetada por artistas como Michelangelo e Bernini. Seu interior magnífico abriga diversas obras de arte sacra, incluindo a famosa escultura de “Pietà” de Michelangelo. A subida à cúpula da basílica proporciona vistas panorâmicas deslumbrantes de Roma e do Vaticano.

Outra atração imperdível são os Museus do Vaticano, um complexo de museus que contém uma rica coleção de arte e artefatos históricos acumulados ao longo dos séculos pelos Papas. Entre os destaques estão a Capela Sistina, famosa pelo seu teto pintado por Michelangelo, exibindo cenas bíblicas notáveis, e as Salas de Rafael, decoradas com magníficas pinturas renascentistas.

Os museus abrigam também uma vasta coleção de antiguidades clássicas, tapeçarias preciosas e esculturas valiosas. A grandiosidade e o valor artístico desses pontos turísticos tornam a visita ao Vaticano uma experiência inesquecível para os amantes da arte, da história e da cultura.

Onde comer no Vaticano

Vamos conhecer alguns dos melhores restaurantes do Vaticano e proximidades. Começando pelo belíssimo Tre Tupazzi. Este restaurante está localizado em um prédio construído em 1625 e apresenta uma seleção de pratos autênticos da culinária italiana, acompanhados de especialidades tradicionais da região de Roma. O aconchegante La Soffitta Renovatio oferece uma composição culinária que mescla tradição e modernidade. Já o Osteria delle Commari é reconhecido por servir a típica comida romana!  

Quando ir ao Vaticano

As melhores épocas para visitar o Vaticano são geralmente durante a primavera e o outono. Durante essas estações, o clima em Roma, onde o Vaticano está situado, é mais ameno e agradável, o que torna a exploração dos pontos turísticos mais confortável. Além disso, a alta temporada turística do verão pode ser bastante agitada e quente, com grandes multidões de visitantes.

Portanto, visitar o Vaticano na primavera (abril a junho) ou no outono (setembro a outubro) permite aproveitar melhor as atrações e evita o desconforto das temperaturas extremas e das grandes aglomerações. Contudo, independentemente da época do ano, o Vaticano é um lugar especial e emocionante para se visitar, onde a arte, a história e a espiritualidade se entrelaçam de forma única.

Onde ficar no Vaticano

Descubra os melhores hotéis próximos ao Vaticano para uma estadia inesquecível em Roma! Começando pelo encantador Hotel Alimandi Vaticano, situado a uma curta distância dos famosos Museus do Vaticano. Neste hotel, você poderá desfrutar de quartos confortáveis e uma vista panorâmica deslumbrante da cidade.

Logo em seguida, apresentamos o elegante Hotel dei Consoli, localizado a poucos passos dos principais pontos turísticos do Vaticano. Com quartos modernos e um terraço com vista para a cidade, esse hotel oferece o equilíbrio perfeito entre conforto e proximidade às atrações.

Se você busca uma experiência única, não pode deixar de conhecer o magnífico Hotel The Pope’s Window. Com quartos que oferecem vistas espetaculares para a Praça de São Pedro e a Basílica de São Pedro.

E para os amantes de design contemporâneo, o deslumbrante Twentyone Hotel é a escolha perfeita. A apenas uma curta distância do Vaticano, este hotel apresenta um estilo moderno e quartos aconchegantes, proporcionando uma estadia relaxante após um dia conhecendo as atrações do Vaticano.

Como chegar ao Vaticano

O principal aeroporto da Itália é o Aeroporto Internacional de Roma – Leonardo da Vinci (FCO), também conhecido como Aeroporto de Fiumicino. Ele está localizado a cerca de 32 km a sudoeste do centro de Roma, e é um dos aeroportos mais movimentados da Europa. A boa notícia é que existem voos diretos vindo do Brasil.

Chegar ao Vaticano é bastante fácil, uma vez que está localizado no coração de Roma, e é bem servido por diversos meios de transporte. Os visitantes podem optar por utilizar o metrô e descer na estação “Cipro – Musei Vaticani”, que fica a poucos minutos a pé dos Museus do Vaticano. Outra opção é utilizar ônibus, com várias linhas que passam próximo ao Vaticano, incluindo a linha 64, que para perto da Praça de São Pedro.

Além disso, táxis e serviços de aplicativos de transporte estão amplamente disponíveis na cidade. Para quem prefere caminhar, é possível explorar muitos pontos turísticos de Roma a pé e chegar ao Vaticano a partir de regiões centrais da cidade, como a Piazza Navona ou a Fontana di Trevi.

Para marcar na agenda

Além das atrações mais famosas, como a Basílica de São Pedro e os Museus do Vaticano, há algumas preciosidades menos conhecidas no Vaticano que valem a pena serem exploradas pelos visitantes. Uma delas é a Pinacoteca Vaticana, uma galeria de arte que abriga uma impressionante coleção de pinturas de renomados artistas como Leonardo da Vinci, Raphael, Caravaggio e Ticiano.

Com uma atmosfera serena e menos lotada do que outros espaços do Vaticano, os amantes da arte podem apreciar obras-primas renascentistas e barrocas em um ambiente mais tranquilo.

Outra atração menos explorada é o Jardim do Vaticano, um oásis verdejante escondido dentro dos muros do Vaticano. Esse exuberante jardim histórico oferece um refúgio de paz e beleza, com caminhos sombreados, fontes, esculturas e uma variedade de plantas e flores. A visitação ao jardim é limitada e requer agendamento prévio, mas é uma oportunidade única para explorar a natureza e a história do Vaticano de uma perspectiva diferente.

Para os interessados em ciência e astronomia, o Observatório do Vaticano é uma opção fascinante. Fundado em 1891, o observatório é dedicado à pesquisa astronômica e ao estudo das relações entre ciência e fé. Oferece visitas guiadas para o público, onde é possível aprender sobre a história da astronomia no Vaticano, admirar os instrumentos astronômicos e desfrutar da vista panorâmica da cidade de Roma a partir das colinas vaticanas.

Essas atrações menos conhecidas proporcionam aos visitantes uma experiência mais enriquecedora e diversificada no Vaticano, permitindo que descubram facetas menos exploradas desse riquíssimo destino histórico e cultural.


E então, gostou de saber mais sobre o Vaticano? Pronto para arrumar as malas e conhecer esse verdadeiro museu a céu aberto que é o Vaticano? Convido você a descobrir outros destinos no blog da Belvitur, começando com uma fantástica tour pela Itália!