🇨🇦 CANADÁ – TUDO PARA A SUA VIAGEM

Com uma mistura única de culturas e línguas, o Canadá é um país de grande extensão, banhado por três oceanos diferentes e com cidades importantes.

  • O que fazer em Canadá: atrações e opções de passeios 
  • Onde comer em Canadá: os melhores bares e restaurantes da cidade
  • Quando ir a Canadá: as melhores épocas para visitar
  • Onde ficar em Canadá: opções de hospedagem para sua viagem
  • Como chegar a Canadá: informações e deslocamentos
  • Para marcar na agenda: atrações secretas no Canadá.

Conhecido por grandes áreas verdes que contrapõe a arquitetura moderna, o que não faltam são passeios diferentes que agradam a todos os estilos de viajantes. Preparamos um guia completo com tudo que você precisa saber para a sua viagem para o Canadá. Informações sobre hotéis, atrações, passeios, restaurantes, bares e muito mais.

O que fazer no Canadá: atrações e opções de passeios nas principais cidades

TORONTO 

A maior cidade do país está localizada na margem norte do lago Ontário e é caracterizada por seus famosos arranha-céus.

Por falar em edifícios altos, a CN Tower, é uma das maiores torres do mundo, com 553 metros de altura. Se você gosta de altura, é possível fazer uma refeição “nas alturas” no restaurante 360, a cerca de 350 metros do chão, na própria torre. Ou se preferir um frio na barriga extra, o Edge Walk permite que você ande no entorno da torre, devidamente amarrado e com equipamentos de segurança. 

Além do principal cartão postal de Toronto, a cidade também é conhecida pelo PATH, a cidade subterrânea que possui diversas opções e cerca de 30 km de extensão. Por lá, é possível encontrar lojas, shoppings, praças de alimentação, hotéis, além de estar interligado a estações de metrô. O local é pensado para o inverno rigoroso que a cidade enfrenta em determinados meses do ano e, também, para os dias de neve e chuva. 

Não deixe de visitar a Casa Loma, com características de castelo, hoje se tornou um museu e um ponto principal para visitar em sua viagem a Toronto que, certamente, você irá se encantar tanto com o lado de fora, quanto com o de dentro do espaço. Ainda para os viajantes apaixonados por museus, a Art Gallery of Ontario possui mais de 90 mil obras de arte, além de exposições temporárias. E para completar uma ida a um museu inusitado, o Bata Shoe Museum abriga diversidades em calçados e merece uma parada especial. 

Já se prefere passear pelas ruas e, até mesmo, se dar o direito de ir às compras, não deixe de conferir a Dundas Street, uma rua com charme especial e um jeitinho de Times Square de Nova York. Já o Toronto Eaton Centre, é um dos maiores shoppings da cidade e pode ser acessado tanto por cima, quanto por baixo. Por fim, para quem gosta do agito clássico da cidade grande, aproveite um passeio em Downtown – o centro de Toronto abriga muita diversidade e modernidade. 

VANCOUVER

Uma das regiões menos frias do Canadá, Vancouver surpreende em atrações turísticas para todos os estilos de viajantes – dos que preferem a modernidade e agito da cidade grande, aos que adoram a tranquilidade de áreas verdes e parques. Comece explorando o Stanley Park, uma atração com mais de 400 hectares, que dispõe de diversas atividades. Desde praias que são muito procuradas nos dias mais quentes, à possibilidade de fazer um passeio de barco ou até um passeio de trem por dentro da pequena floresta, além de áreas para piquenique e restaurantes. O parque mais urbano da cidade é o coração de Vancouver. 

Ainda para entrar em contato com a natureza, o Vancouver Aquarium é um dos maiores do mundo e é a casa de diversas espécies marinhas, principalmente as canadenses, que foram resgatadas de situações de risco. E para finalizar um dia com um belíssimo pôr do sol, direto da praia, a English Bay é ideal para assistir o espetáculo direto no Oceano Pacífico – se for no inverno, verá o espaço coberto por neve, já se for nos meses mais quentes, verá um lindo gramado verde.

Já passando para a parte urbana da cidade, a Granville Street pode ser conhecida por ser agitada e movimentada em qualquer horário do dia, por isso se visita-la durante o dia, não se esqueça de retornar para um passeio noturno. Por lá, você pode encontrar shoppings, como o Pacific Center e lojas de rua. A noite prepare-se para se deparar com bares, pubs e restaurantes variados. Além disso, para mergulhar ainda mais na cultura local, aproveite para visitar o The Granville Island Public Market, localizado próximo à famosa rua de mesmo nome, é ideal para você conferir artesanato, souvenirs e produtos locais. 

QUEBEC 

A cidade influenciada, não só pela língua, mas com um pouco de cultura e por ser uma referência europeia no Canadá, Quebec foi colonizada por franceses e seus habitantes falam ambas as línguas, francês e inglês. Prepare-se para andar bastante em sua viagem e desfrutar do charme da cidade, que possui parte do seu turismo principal no bairro histórico de Old Quebec (também chamada de “Vieux-Quebec”), considerado Patrimônio Mundial da UNESCO. 

O bairro, que caracteriza a antiga Quebec, é dividido em “baixa cidade” (Basse Ville) e “cidade alta” (Haute Ville), que são conectadas por um funicular ou por via terrestre, considerando diversas escadas. Aproveite para passear por lá, já que é onde concentra parte das atrações em um espaço que dá para ser explorado, a começar pelas Fortificações de Quebec, na parte alta da cidade, que são muros construídos para proteger a cidade, que possuem quase 5 km de extensão e é possível de ser caminhado por cima. 

Caminhe mais um pouco e chegue ao Terrasse Dufferin, um espaço amplo, característico da cidade, e que confere um visual belíssimo à Quebec. Além de ficar em frente ao Fairmont Le Château Frontenac, um clássico hotel sofisticado, um dos mais fotografados do mundo, que garante uma vista privilegiada ao Rio São Lourenço, que contorna a cidade. Já em uma passada na cidade baixa, não deixe de visitar o Musée de la Civilisation (Museu da Civilização) com exposições permanentes sobre história e cultura como um todo, com um olhar especial para Quebec. 

Onde comer nas principais cidades do Canadá: as melhores opções gastronômicas

O país promete surpreender o paladar de todos os seus visitantes com uma diversidade grande de pratos e ingredientes tradicionais. Em sua viagem para o Canadá, não deixe de experimentar pratos que levam uma calda especial encontrada por lá, o maple syrup, um xarope extraído a partir de uma famosa árvore de mesmo nome – Maple Tree, que também possui as famosas folhas canadenses. A dica especial é usar essa calda para complementar seus waffles, cereais, frutas e até sorvete. 

Antes de visitar os principais restaurantes de Toronto, não deixe de conferir o St Lawrence Market South, um mercado público onde é possível encontrar grandes variedades da culinária local, incluindo opções de frutas e lanches tradicionais. Já se preferir uma comida aconchegante, o restaurante Archeo é um italiano que promete agradar o paladar de todos os visitantes com um menu variado. 

Outra opção de restaurante com menu diversificado em Toronto é o New Orleans Seafood & Steakhouse, que possui opções de carnes e frutos do mar em um ambiente agradável. Para um restaurante mais sofisticado, visite o Richmond Station promete encantar desde o espaço à preparação dos pratos. 

Já em sua viagem a Vancouver, não deixe de conferir as opções gastronômicas no Stanley Park, o principal parque da cidade possui desde um restaurante com lanches e saladas chamado de The Tea House, ao restaurante Stanley ‘s Bar & Grill com gastronomia local incluindo frutos do mar. Para dar um giro pela cidade e conhecer outras opções, confira o Five Sails e o Oceans 999 para uma experiência requintada, ambos localizados dentro do famoso hotel Pan Pacific que ainda possui vista privilegiada para o mar. 

Se quiser mergulhar na tradição canadense do maple syrup, visite a Nero Belgian Waffle Bar, uma cafeteria e bar que possui diversas opções salgadas e doces para combinar com cafés e cervejas. E o Mean Poutine que oferece o “poutine” prato tradicional canadense com batatas fritas e queijo, além de um delicioso cachorro quente. 

Para sua parada em Quebec, aproveite para comer um crepe típico francês, já que a cidade possui grande influência, no Le Casse-Crepe Breton uma creperia movimentada nos momentos de almoço e jantar. Ou, para um momento mais sofisticado, o Bistrô La Cohue é ideal, misturando a culinária francesa com canadense para uma experiência local. 

Quando ir para o Canadá: as melhores épocas para visitar

Planejar uma viagem ao Canadá envolve, certamente, estar de olho na temperatura local. O país que consegue chegar a até -10ºC no inverno, exige uma preparação especial. Mas, o país não deixa de surpreender nos períodos mais quentes do ano, como no verão em que as temperaturas podem chegar a até 35ºC, nos meses de junho a setembro – sendo a melhor época para programar sua viagem. 

Além do verão, outra estação que também movimenta os viajantes ao país no norte é no início do outono, que pega o mês de setembro e marca temperaturas mais amenas, além de paisagens belíssimas, marcadas pela natureza. 

Já em relação à documentação necessária para viajar ao Canadá, é necessário além do passaporte dentro da validade (sendo até 6 meses antes do vencimento o período máximo para entrada no país) o viajante também ter uma das duas formas de visto. A primeira, o ETA (autorização eletrônica), pode ser adquirida por meio online e é recebida em sua caixa de entrada de e-mail, sendo a maneira mais fácil de garantir a entrada no país. Vale lembrar que o ETA é válido apenas para os viajantes que chegam no Canadá por aéreo, não válido para os que chegam por via terrestre pelos Estados Unidos, por exemplo, neste caso é necessário o visto de turista. 

Já o visto de turismo para o Canadá demanda uma grande quantidade de documentos necessários para o processo e a validade é de até 5 anos ou correspondendo à validade do passaporte, o que vencer primeiro, além de ser a forma válida para quem atravessa a fronteira dos Estados Unidos para o Canadá. 

Onde ficar nas principais cidades do Canadá: opções de hospedagem para sua viagem 

As cidades do Canadá oferecem ótimas opções de hospedagem para sua viagem, variando em localização dos pontos turísticos e comodidades disponíveis. A começar por Toronto, a metrópole dispõe de hotéis luxuosos e opções que garantem custo-benefício e muito conforto. Um hotel requintado com uma bela vista da cidade grande é o Radisson Blu Downtown Toronto (cerca de 27 km de distância do aeroporto), é beira-mar e possui diversos atrativos para os hóspedes. 

Toronto também possui opções para todos os orçamentos, como o hotel Pan Pacific Toronto (cerca de 44 km de distância do aeroporto) com diversas comodidades e muito conforto disponível. Já para quem prefere opções de maior custo-benefício, confira o Residence & Conference Centre – Toronto (cerca de 40 km de distância do aeroporto). 

Já em Vancouver, o clássico em frente ao mar Pan Pacific Vancouver (cerca de 13 km de distância do aeroporto), com restaurantes requintados e uma estrutura ampla e sofisticada é um dos queridinhos de quem procura uma hospedagem luxuosa. Já se para sua viagem você está em busca de uma opção com comodidades selecionadas, o Paradox Hotel Vancouver (cerca de 13 km de distância do aeroporto) é ideal para sua estada. Por fim, para os viajantes que buscam custo-benefício na hospedagem, a opção de hostel pode ser uma delas – neste caso, confira o Pacific Spirit Hostel (cerca de 15 km de distância). 

Se está planejando uma viagem para a cidade de Quebec, o hotel clássico que é até considerado ponto turístico também pode ser uma opção para quem deseja uma hospedagem sofisticada – Fairmont Le Chateau Frontenac (cerca de 16 km do aeroporto) é completo e equipado, pronto para surpreender. Já o Hôtel Le Concorde Québec (cerca de 16 km de distância do aeroporto) dispõe de todas as comodidades necessárias para uma estada agradável. E o Econo Lodge Airport Quebec (cerca de 4 km de distância) oferece uma ótima estada com custo-benefício. Além dessas opções, também é possível encontrar apartamentos para alugar para sua viagem ser ainda mais confortável e com liberdade, nas principais cidades do Canadá.  

Como chegar no Canadá: informações e deslocamentos das principais cidades

Desfrutar da tranquilidade de voos diretos para as cidades do Canadá é fácil, principalmente partindo de São Paulo e Rio de Janeiro, com cerca de 10 horas de duração. Em Toronto, o Aeroporto Internacional Pearson de Toronto (YYZ) está localizado a cerca de 27km da CN Tower, um dos principais pontos turísticos da cidade. Já em Vancouver, o Aeroporto Internacional de Vancouver (YVR) está localizado a cerca de 13km do Stanley Park, o parque principal da cidade. Se decidir pousar em Quebec, o Aeroporto Internacional Jean Lesage (YQB) fica localizado a cerca de 16 km do centro histórico da cidade. 

Ao desembarcar em seu destino no Canadá, procure meios de transporte para o trajeto até sua acomodação, sendo por meio dos transportes públicos, incluindo metrô, principalmente na grande metrópole de Toronto em que o meio funciona muito bem, ou existe também a opção de transporte de carro por aplicativo, táxi ou alugado. 

PARA MARCAR NA AGENDA: atrações incríveis do Canadá

  • Niagara Falls: As famosas cataratas do Canadá ficam localizadas próximas a Toronto e podem ser conhecidas com o acompanhamento de um tour especializado. É possível realizar um passeio de barco que leva os passageiros ao encontro com as cataratas. E para desfrutar ainda mais dessa experiência imersiva na natureza, recomendamos passar 1 dia completo no local. 
  • Estação de Ski Whistler: O inverno rigoroso do país também pode ser aproveitado para entretenimento, como na estação de ski em Whistler, considerada a maior da América do Norte, fica na cidade localizada ao norte de Vancouver. São mais de 20 teleféricos que levam ao alto da montanha, sendo o mais alto com 2240 metros de altura em Blackcomb – aproveite para curtir a paisagem ou se aventurar nos esportes de gelo. 

Para as férias em outros destinos, temos guias de viagem especiais para te ajudar a planejar a viagem. Confira!